Notícias

Você acha que teve uma ideia brilhante. Mas será que o negócio vale a pena?

Publicado em: 10/04/2018
Portal UOL

Você gosta de fazer pão e teve uma grande ideia. Que tal começar um negócio nessa área? Antes de se aventurar nessa, é preciso saber se conhece o público para qual irá vender, se gosta de trabalhar com pães, conhece os seus concorrentes, entre outras informações.

Não pode se basear só no dinheiro

Além de dar dinheiro, um bom negócio deve desafiar, dar prazer ao empreendedor para que ele continue crescendo profissional e pessoalmente.

"Não adianta se perguntar se dá dinheiro ou não. Posso investir em uma coisa em que só eu acredito, mas, se fizer aquilo de uma forma bacana, ganharei", declara Jeferson Mola, professor e coordenador de cursos de graduação e pós na Trevisan Escola de Negócios em São Paulo.

O que não vale a pena é investir em um negócio do qual não gosta só porque dá dinheiro. E, se além de não gostar, não souber executar, piorou, porque com certeza encontrará no mercado concorrentes que o façam com mais vontade e melhor do que você.

"Se você não se esmerar para ser o melhor naquilo que está oferecendo para o consumidor, sempre haverá alguém melhor", diz Mola.

O que não compensa

Para que um negócio valha a pena, você tem que oferecer algo tão bom para o outro que o torne disposto a pagar. Se o que você oferece não tem a qualidade que se espera, ou é inferior à concorrência, então não adianta.

Os negócios que não valem a pena são aqueles em que você não conhece o público. Se você lança qualquer coisa sem saber exatamente a quem é que se destina, a chance de fracasso é grande.

Confira a matéria completa no Portal Uol.

   Voltar